quarta-feira, 11 de julho de 2012

Por que alguns são desiguais?


Que fique claro: nascer é um acaso
Não há escolha de qual família ou país
Nem o dia ou a época vem ao caso
Pois ninguém nasceu porque quis

Mas quando se inaugura a vida
Estabelece-se um pacto de igualdade
Que a mera existência consolida
Sem isso tudo é simplesmente maldade

(Climério Ferreira)

Nenhum comentário: